/page/2

Não mate a sociabilização.

"Se 40 confirmaram a inscrição, conta só com 15." — organizador de evento 

"Metade nunca vem." — agitador de comunidade

Essa alta sociabilização fomentada por inúmeras redes sociais e as crenças do mercado de trabalho de que quem é bom é ativo em eventos e comunidades, faz com que pessoas genuinamente interessadas em reuniões - leia “ajuntamento” -  de pessoas encontrem a coragem a dar o melhor de si e ainda inspirar outros a fazer o mesmo para que essa sociabilização seja possível: organizando pessoas para se juntarem ou ainda conseguindo bancar um lugar bacana e até mesmo um delicioso coffee-break para aqueles que se mostrarem igualmente interessados.

Eu sou um desses, apaixonados pela ideia de ter boas cabeças pensando e jogando juntas para se conhecer, aprenderem alguma coisa ou apenas brincar com seus interesses em comum e suas ideias diveregentes. A #desconf é a prova dessa minha paixão.

Por isso me sinto entitulado a dar um grande puxão de orelha nessa geração Twitter, que movida pela boa intensão de pessoas como eu, mas deseducadas pela efemêridade de suas próprias vontades se acham no direito de faltar nos eventos gratuitos que acontecem por ai. 

Quando você se inscreve em um evento gratuito o organizador do evento está contando com você para a dinâmica planejada dar certo, e a empresa patrocinadora, aquela que paga pelo coffee e pelo wi-fi, conta com você para o investimento na comida. Nada é de graça, e até o momento que o evento começa tem um organizador com a testa enrugada pensando se o pessoal vai se atrasar ou simplesmente não vai aparecer.

Vá aos eventos que você se inscreve, seja por email, google forms, sympla.com.br, ou qualquer outra coisa. Pois se você não vai, você machuca a comunidade e faz pouco caso das pessoas que se esforçam para fazer com que isso aconteça. 

Eu queria poder ouvir de todos os outros apaixonados por comunidade, assim como eu, dizerem que tiveram que pedir mais comida na metade do evento e não que sobrou comida o suficiente para alimentar uma escola. Eu quero ver mais eventos acontecerem, e não mais grupos se fechando por falta de comparecimento.

- I will spend the rest of my life here in Texas,
trying to teach evolution to creationists.


- You watch your mouth, Shelly!
Everyone’s entitled to their opinion.


- Evolution isn’t an opinion, it’s fact.


- And that is your opinion!

– Dialog between Sheldon Cooper and her mom, Mrs. Cooper — The Big Bang Theory S3E1 - The Electric Can Opener Fluctuation

(Source: imdb.com)

Imagine you’re tasked with building a computer controlled gun that can accurately hit a target about 50 meters distant. That is the only requirement. One way to do this is to build a complex machine that measures every possible variable (wind, elevation, temperature, etc.) before the shot and then takes aim and shoots. Another approach is to build a simple machine that fires rapidly and can detect where each shot hits. It then uses this information to adjust the aim of the next shot, quickly homing in on the target a little at a time.

The difference between these two approaches is to realize that bullets are cheap. By the time the former group has perfected their wind detection instrument, you’ll have finished your simple weapon and already hit the target.

– Tom Preston-Werner on Ten Lessons from GitHub’s First Year

(Source: tom.preston-werner.com)

rickwebb:

heyitsnoah:

(via This is Why People Pirate Movies)

To be fair, you also get the director’s commentary and often some pretty sweet extras. But god, yeah, nothing irks me more than being advertised to on a DVD I PAID for. 

rickwebb:

heyitsnoah:

(via This is Why People Pirate Movies)

To be fair, you also get the director’s commentary and often some pretty sweet extras. But god, yeah, nothing irks me more than being advertised to on a DVD I PAID for. 

(via arainert-deactivated20130102)

sabbatical:

Our lives are spent trying to pixellate a fractal planet.

sabbatical:

Our lives are spent trying to pixellate a fractal planet.

Não mate a sociabilização.

"Se 40 confirmaram a inscrição, conta só com 15." — organizador de evento 

"Metade nunca vem." — agitador de comunidade

Essa alta sociabilização fomentada por inúmeras redes sociais e as crenças do mercado de trabalho de que quem é bom é ativo em eventos e comunidades, faz com que pessoas genuinamente interessadas em reuniões - leia “ajuntamento” -  de pessoas encontrem a coragem a dar o melhor de si e ainda inspirar outros a fazer o mesmo para que essa sociabilização seja possível: organizando pessoas para se juntarem ou ainda conseguindo bancar um lugar bacana e até mesmo um delicioso coffee-break para aqueles que se mostrarem igualmente interessados.

Eu sou um desses, apaixonados pela ideia de ter boas cabeças pensando e jogando juntas para se conhecer, aprenderem alguma coisa ou apenas brincar com seus interesses em comum e suas ideias diveregentes. A #desconf é a prova dessa minha paixão.

Por isso me sinto entitulado a dar um grande puxão de orelha nessa geração Twitter, que movida pela boa intensão de pessoas como eu, mas deseducadas pela efemêridade de suas próprias vontades se acham no direito de faltar nos eventos gratuitos que acontecem por ai. 

Quando você se inscreve em um evento gratuito o organizador do evento está contando com você para a dinâmica planejada dar certo, e a empresa patrocinadora, aquela que paga pelo coffee e pelo wi-fi, conta com você para o investimento na comida. Nada é de graça, e até o momento que o evento começa tem um organizador com a testa enrugada pensando se o pessoal vai se atrasar ou simplesmente não vai aparecer.

Vá aos eventos que você se inscreve, seja por email, google forms, sympla.com.br, ou qualquer outra coisa. Pois se você não vai, você machuca a comunidade e faz pouco caso das pessoas que se esforçam para fazer com que isso aconteça. 

Eu queria poder ouvir de todos os outros apaixonados por comunidade, assim como eu, dizerem que tiveram que pedir mais comida na metade do evento e não que sobrou comida o suficiente para alimentar uma escola. Eu quero ver mais eventos acontecerem, e não mais grupos se fechando por falta de comparecimento.

- I will spend the rest of my life here in Texas,
trying to teach evolution to creationists.


- You watch your mouth, Shelly!
Everyone’s entitled to their opinion.


- Evolution isn’t an opinion, it’s fact.


- And that is your opinion!

– Dialog between Sheldon Cooper and her mom, Mrs. Cooper — The Big Bang Theory S3E1 - The Electric Can Opener Fluctuation

(Source: imdb.com)

Imagine you’re tasked with building a computer controlled gun that can accurately hit a target about 50 meters distant. That is the only requirement. One way to do this is to build a complex machine that measures every possible variable (wind, elevation, temperature, etc.) before the shot and then takes aim and shoots. Another approach is to build a simple machine that fires rapidly and can detect where each shot hits. It then uses this information to adjust the aim of the next shot, quickly homing in on the target a little at a time.

The difference between these two approaches is to realize that bullets are cheap. By the time the former group has perfected their wind detection instrument, you’ll have finished your simple weapon and already hit the target.

– Tom Preston-Werner on Ten Lessons from GitHub’s First Year

(Source: tom.preston-werner.com)

rickwebb:

heyitsnoah:

(via This is Why People Pirate Movies)

To be fair, you also get the director’s commentary and often some pretty sweet extras. But god, yeah, nothing irks me more than being advertised to on a DVD I PAID for. 

rickwebb:

heyitsnoah:

(via This is Why People Pirate Movies)

To be fair, you also get the director’s commentary and often some pretty sweet extras. But god, yeah, nothing irks me more than being advertised to on a DVD I PAID for. 

(via arainert-deactivated20130102)

sabbatical:

Our lives are spent trying to pixellate a fractal planet.

sabbatical:

Our lives are spent trying to pixellate a fractal planet.

Não mate a sociabilização.
"

- I will spend the rest of my life here in Texas,
trying to teach evolution to creationists.


- You watch your mouth, Shelly!
Everyone’s entitled to their opinion.


- Evolution isn’t an opinion, it’s fact.


- And that is your opinion!

"
"

Imagine you’re tasked with building a computer controlled gun that can accurately hit a target about 50 meters distant. That is the only requirement. One way to do this is to build a complex machine that measures every possible variable (wind, elevation, temperature, etc.) before the shot and then takes aim and shoots. Another approach is to build a simple machine that fires rapidly and can detect where each shot hits. It then uses this information to adjust the aim of the next shot, quickly homing in on the target a little at a time.

The difference between these two approaches is to realize that bullets are cheap. By the time the former group has perfected their wind detection instrument, you’ll have finished your simple weapon and already hit the target.

"

About:

Sharing findings here. Blogging in http://rafb3.posterous.com/

Following: